Fábrica em Viana instala torre de 25 metros para garantir ninho para casal de cegonhas




O objectivo é proteger as cegonhas. Foto: Paulo Ricca

A Europac Kraft Viana está a construir, dentro da sua fábrica, uma torre com 25 metros de altura para permitir a nidificação de um casal de cegonhas que escolheu aquela zona para se reproduzir.

Segundo fonte da empresa, instalada em Deocriste, Viana do Castelo, o casal de cegonhas escolheu, inicialmente, um poste de alta tensão no interior daquela fábrica de papel e que assegura a produção de electricidade.

“A EDP realizou uma intervenção num poste de alta tensão situado nas instalações da Europac Kraft Viana, tendo como objectivo proteger as cegonhas, dado que o local onde estavam a pretender construir o seu ninho não é seguro”, explicou hoje à agência Lusa fonte da empresa. A intervenção “seguiu os procedimentos normalmente adoptados”.

A Europac “está empenhada em poder receber cegonhas”, conciliando “a actividade industrial com a sua preocupação de promoção do ambiente e da natureza”, acrescentou.

“Para garantir que as cegonhas têm um local seguro, a Europac Kraft Viana já tinha planificado instalar no complexo da fábrica um poste com uma plataforma de nidificação. A instalação vai ser feita nos próximos dias”, acrescentou a fonte da empresa, garantindo que toda a estrutura de apoio já está concluída.

“O poste tem 25 metros, altura idêntica à dos postes de alta tensão e, por isso, carece de um transporte especial. Neste momento aguarda-se apenas a autorização desse transporte especial desde o local onde foi produzida até à fábrica”, disse ainda.

A Europac Kraft Viana garante que uma equipa do Serviço de Protecção da Natureza e do Ambiente da GNR tem acompanhado as intervenções, assim como a Câmara Municipal de Viana do Castelo e a secretaria de Estado do Ambiente.

Este não é, contudo, caso único no concelho de Viana do Castelo. Em 2011, duas cegonhas que se instalaram na chaminé de uma antiga serração da freguesia de Santa Marta de Portuzelo reproduziram-se pela segunda vez. Estas duas cegonhas-brancas instalaram-se a mais de 30 metros de altura, no topo de uma chaminé de uma serração desactivada há três décadas. Foram imediatamente baptizadas pela população como “arquitecta” e “engenheiro”, face à azáfama inicial que demonstraram na construção do ninho.

Fonte: Ecosfera – Público / LUSA
Original: http://bit.ly/HXtHXz


FOLLOW US / SIGA-NOS:
              

About these ads

Leave a Reply / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: