Carros portugueses já cumprem meta europeia de CO2 para 2015


Os carros em Portugal já estão a cumprir as metas de redução de emissões de CO2 que a União Europeia estabeleceu para a indústria automóvel até 2015.

Em média, os portugueses estão a comprar carros cujos escapes lançam 127 gramas de CO2 por cada quilómetro rodado (g/km), abaixo do limite mínimo de 130 g/km imposto pela legislação europeia em 2009. Os dados constam de um estudo hoje divulgado pela Federação Europeia dos Transportes e Ambiente, uma organização não-governamental com sede em Bruxelas, conhecida pela sigla T&E.

Em 2009, a média em Portugal era de 134 g/km. Houve uma queda de 5,0 por cento em 2010. O país permanece na segunda melhor posição do ranking europeu elaborado pela T&E. Em primeiro agora está a Dinamarca, a pouca distância de Portugal.

O relatório da T&E salienta que em ambos os países vigoram políticas fiscais que penalizam os automóveis com maiores emissões de CO2. Em Portugal, um carro com 1250 cilindradas e 115 g/km de emissões de CO2 tem um Imposto Sobre Veículos (ISV) com 15 por cento de componente ambiental (79 euros). Com as mesmas cilindradas, mas 140 g/km de CO2, a componente ambiental do ISV sobe para 66 por cento, ficando 12 vezes mais cara (927 euros).

A associação ambientalista Quercus, que integra a federação T&E, chama a atenção também, num comunicado, para “o facto dos portugueses, face ao seu poder de compra, serem muito sensíveis ao preço do veículo e ao seu consumo de combustível”. Na prática, a frota automóvel em Portugal é mais económica, em comparação com outros países europeus.

Segundo o relatório da T&E, os carros novos europeus, no seu todo, chegaram a uma média de 140 g/km de CO2 em 2010, obtendo uma redução de 3,7 por cento em relação a 2009. A indústria automóvel, diz o relatório, está no bom caminho para cumprir a meta para 2015.

Mas os compromissos europeus, adiados sucessivamente até serem finalmente adoptados em 2009, incluem excepções e mecanismos flexíveis que “na prática significam que a meta para 2015 está próxima de 140 g/km, ao invés de 130 g/km”, alerta o relatório da T&E.

Em termos absolutos, as emissões dos automóveis têm caído na Europa, fruto da crise e do aumento do preço dos combustíveis. Em 2009 – ano com os dados mais recentes – foram cinco por cento mais baixas do que o seu maior pico, registado em 2007. No ano passado foram vendidos 13,2 milhões de carros na UE, dos quais 223 mil em Portugal.

Autor: Ricardo Garcia
Fotografia: Paulo Pimenta
Fonte: Ecosfera – Público
Original: http://bit.ly/p6IvDz


FOLLOW US / SIGA-NOS:
              

Leave a Reply / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: