Energia geotérmica recebe investimentos do governo dos EUA



Gerar eletricidade com o calor do interior da Terra é meta de pesquisadores. Tecnologia renovável ainda é cara e precisa ser melhor desenvolvida.

Desenvolvedores da energia geotérmica, tecnologia que gera eletricidade com uso do calor proveniente do interior da Terra, realizam experimentos nos Estados Unidos à beira de um vulcão adormecido na região de Oregon, com o objetivo de impulsionar a metodologia considerada renovável e testar sua aplicabilidade.

Para isso, 907 milhões de litros de água serão bombeados para próximo do vulcão por um consórcio de empresas através de maquinário preparado para isso, que levará o líquido a fendas do vulcão, para que ela retorne rapidamente, e quente, possibilitando a geração de energia limpa e barata.

A iniciativa apoiada pelo governo federal, pela companhia Google, além de outros investidores, recebeu US$ 43 milhões para reaproveitamento do calor do vulcão Newberry, que fica a 20 quilômetros de distância da cidade de Bend, no Oregon.

“Sabemos que o calor está aí, mas a grande questão é que precisamos saber se podemos circular a água pelo sistema de formar que torne a operação viável economicamente” disse Susan Petty, presidente da AltaRock, uma das empresas do consórcio.


Maquinário instalado próximo ao vulcão Newberry, que vai explorar o calor do fundo da Terra (Foto: Ryan Brennecke/AP)

Novo campo
O calor na crosta da Terra é utilizado para gerar energia há mais de um século, com engenheiros utilizando água quente ou vapor. Porém, a nova fronteira são as pedras quentes, que, para serem exploradas, dependem de novos sistemas.

Poços são perfurados na rocha profunda e a água é bombeada para o interior. A água fria é bombeada de reservatórios para este local e o vapor é retirado.

Entretanto, o progresso tem sido lento, segundo os engenheiros. Duas pequenas plantas funcionam na França e na Alemanha, com um terceiro projeto em andamento na Suíça. Essa atividade só não é melhor explorada porque tem sido criticada devido ao risco de terremotos provocado pela rachadura nas pedras.

Segundo o governo dos EUA, a utilização de recursos geotérmicos gera atualmente 0,3% da energia consumida no país. Entretanto, um relatório divulgado em 2007 pelo Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT, na sigla em inglês), projeta que este índice pode aumentar para 10% em 50 anos, com preços competitivos aos combustíveis fósseis.


Vista do vulcão adormecido Newberry, localizado no estado do Oregon, nos EUA (Foto: U.S. Geological Survey/Lyn Topinka/AP)

Fonte: Globo Natureza, com agências internacionais
Original: http://glo.bo/wzNZh5


FOLLOW US / SIGA-NOS:
              

Leave a Reply / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: