EUA ultrapassam China e lideram corrida mundial às energias limpas




Entre as renováveis, a energia solar aumentou globalmente 44%. (Foto: Michaela Rehle/Reuters)

O investimento mundial nas energias limpas aumentou 6,5% em 2011 e ultrapassou os 200 mil milhões de euros. Em 2009 e 2010, a China venceu esta corrida. Mas no ano passado, os Estados Unidos chegaram primeiro, revela o centro de pesquisa Pew Center.

Entre os países do G20 – responsáveis por 95% de todo o investimento mundial em energias limpas –, os Estados Unidos surgem em primeiro lugar, com um crescimento de 42% em relação ao ano anterior e um montante de 48 mil milhões de dólares (36.600 milhões de euros). Segundo a directora do Programa de Energias Limpas do Pew Centre, Phyllis Cuttino, “os investidores nos Estados Unidos aproveitaram os programas nacionais de estímulo a este sector, antes de estes expirarem, no final de 2011”.

Segundo o relatório “Who’s Winning the Clean Energy Race?” – sobre o investimento em energias limpas nos países do G20 -, divulgado ontem, a China atraiu 45.500 milhões de dólares (34.700 milhões de euros) de investimento em energias limpas, especialmente em eólica.

Liderado pelo aumento de 42% nos Estados Unidos e pelos 15% no Brasil, o investimento em energias limpas na América cresceu mais de 21% para 63.100 milhões de dólares (48.100 milhões de euros), mais rápido do que qualquer outra região do mundo.

O sector da energia limpa na Ásia/Oceânia aumentou mais de 10% para os 75 mil milhões (57.200 milhões de euros). O investimento relativamente estável da China foi mitigado pelos ganhos na Índia, Japão e Indonésia, entre os mercados que mais rapidamente cresceram no mundo.

Na Europa, o aumento do investimento foi mais modesto, com 4%. Ainda assim, esta região continua a ser o principal destino deste tipo de investimento, com 99.300 milhões de dólares (75.700 milhões de euros). O relatório destaca o crescimento em Itália, Reino Unido e Espanha.

Ao longo do ano passado, mais 83.5 gigawatts (GW) foram acrescentados à capacidade instalada a nível mundial, incluindo quase 30GW de solar e 43GW de eólica. Actualmente, o total é de 565GW.

Entre as renováveis, a energia solar aumentou globalmente 44%, atraindo 128 mil milhões de dólares (97.600 milhões de euros). Na verdade, esta fonte de energia foi responsável por mais de metade de todos os investimentos em energias limpas em 2011 nos países do G20. “As instalações solares lideraram a maior parte da actividade no ano passado, dado que a queda dos preços dos módulos fotovoltaicos – agora 75% mais baratos do que há três anos – mais do que compensou pela redução dos mecanismos de apoio às energias limpas em várias partes do mundo”, disse o CEO do departamento das Novas Energias da agência Bloomberg, Michael Liebreich, em comunicado.

Autor: Helena Geraldes
Fonte: Ecosfera – Público
Original: http://bit.ly/IJWp0j


FOLLOW US / SIGA-NOS:
              

Leave a Reply / Deixe um comentário

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: